Nome técnico: Lifting Cérvico Facial ou Ritidoplastia.

Parte do corpo: Face e Pescoço.

Indicação: Presença de rugas, flacidez e excesso de pele na face.

Idade recomendada: Relativo, geralmente a partir dos 40 anos.

Anestesia: Local com sedação ou geral.

Duração da cirurgia: Em média 2h30min a 3hs.

Permanência na clínica ou hospital: Geralmente um dia.

Cicatriz: A cicatriz inicia-se na região da costeleta ou por dentro do cabelo, contorna a orelha e segue em direção posterior por dentro do couro cabeludo.

Pré-operatório: Arquivo fotográfico, exames laboratoriais e, se necessário, exames específicos para o paciente em questão.

Pós-operatório: Retira-se o dreno em 24hs e o curativo compressivo “tipo capacete” é usado por 2 dias. Os pontos são geralmente retirados entre 7 a 21 dias, dependendo da evolução da cicatriz.

Recuperação: Aproximadamente 15 dias. É comum um certo grau de edema (inchaço) e equimose (roxidão) na face e pescoço, que costumam regredir em 14 dias. Não costuma haver dor no pós-operatório. Redução transitória da sensibilidade na região operada é comum. Deve dormir de costas com a cabeceira levemente elevada, não podendo virar lateralmente.

Complicações: Apesar de serem incomuns, pode ocorrer uma coleção sanguinolenta, denominada hematoma, deiscência (abertura dos pontos de sutura), alterações da cicatrização, sofrimento de pele, infecção, lesões de nervos motores, alteração da sensibilidade e problemas anestésicos. Um preparo pré-operatório adequado é fundamental para evitá-las, assim como escolher um cirurgião plástico habilitado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica para executá-la. O tabagismo aumenta sensivelmente a incidência de complicação, portanto é indispensável parar de fumar por pelo menos 20 dias antes da cirurgia.

Resultado definitivo: O resultado definitivo é alcançado em torno de 6 meses (tempo de amadurecimento da cicatriz). A cicatriz clareia até 2 anos.
Associações possíveis e/ou recomendáveis: Blefaroplastia, elevação de supercílio, aumento do queixo, lipoapiração de submento, plicatura das bandas do músculo platisma (submentoneano) peeling físico (dermoabrasão).


Ilustração da técnica cirúrgica:


Diferentes modalidades:
Mini-lifting: técnica semelhante, mas indicada para casos com flacidez e rugas leves a moderadas, uma cicatriz menor, portanto menor área de descolamento e mais rápida evolução.